Felipão confirma volta de Hulk e reitera confiança em titulares contra Camarões

domingo, 22 de junho de 2014 20:59 BRT
 

Por Pedro Fonseca

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil voltará a jogar com o time campeão da Copa das Confederações na partida decisiva contra Camarões, na segunda-feira, apesar de a própria seleção ter reconhecido que precisa evoluir após dois jogos em que ainda não conseguiu convencer na Copa do Mundo.

O técnico Luiz Felipe Scolari confirmou a escalação da equipe com Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred.

Essa é a mesma formação que venceu a Espanha por 3 x 0 na final do torneio do ano passado e que também começou o Mundial.

"Não vou fazer mudança nenhuma, confio no time que coloquei no primeiro jogo", disse o treinador em entrevista coletiva no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, local da partida contra a seleção africana.

Depois da vitória por 3 x 1 sobre a Croácia e do empate sem gols com o México, jogadores e a comissão técnica reconheceram que a seleção brasileira ainda está devendo na Copa do Mundo uma atuação no mesmo patamar das apresentadas no ano passado.

O time perdeu a pegada firme no campo do adversário no começo das partidas, uma característica marcante da Copa das Confederações, e também tem criado poucas jogadas ofensivas.

O centroavante Fred, por exemplo, praticamente não finalizou em gol nesse Mundial. Mesmo assim, Felipão pouco testou outras alternativas e decidiu confiar na equipe.

Contra os mexicanos, Felipão não contou com o meia-atacante Hulk, substituído por Ramires após ter sentido um incômodo muscular na coxa. Mesmo tendo condições de jogo, o treinador preferiu deixar o jogador do Zenit de fora e ele voltará ao time contra Camarões.   Continuação...

 
Técnico Felipão concede entrevista em Brasília.   REUTERS/Ueslei Marcelino