Vitória sobre Chile foi sorte e estratégia, diz técnico da Holanda

segunda-feira, 23 de junho de 2014 17:18 BRT
 

Por Andrew Downie

SÃO PAULO (Reuters) - Dois substitutos marcaram gols e deram à Holanda a vitória por 2 x 0 sobre o Chile nesta segunda-feira, mas o técnico Louis van Gaal disse que foi sua estratégia de conter a alta intensidade dos sul-americanos que fez a diferença.

Havia pouco a ser feito entre as duas equipes no último jogo pelo Grupo B da Copa até que Van Gall colocou em campo Leroy Fer e Memphis Depay no segundo tempo.

Fer colocou o time à frente aos 32 minutos, dois minutos após entrarem, e Depay aproveitou o passe de Arjen Robben nos acréscimos para selar a vitória.

O resultado significa que os holandeses, finalistas em 1974, 1978 e na Copa da África do Sul há quatro anos, ficaram em primeiro lugar, e os chilenos, em segundo.

"Sorte, isso é sorte", disse Van Gaal sobre suas substituições. "É claro que eu sei que Leroy Fer pode chutar de longe e se mover à frente dos adversários", disse.

"Já o Memphis, analisamos que o Chile dá mais espaço nos últimos 15 minutos, então se você colocar em campo jogadores criativos, você tem a chance de marcar. Ele fez um bom gol."

O técnico chileno Jorge Sampaoli disse que o Chile era o único buscando o ataque, mas Van Gaal rejeitou essa indicação de que os holandeses foram negativos.

"Você tem que desenvolver uma estratégia que vai lhe permitir ganhar", disse ele. "Não estamos dando muito espaço e estamos criando oportunidades. Isso está sendo confirmado nos resultados."

 
Técnico da Holanda, Louis van Gaal, em partida contra Chile na Arena Corinthians, em São Paulo. 23/6/2014 REUTERS/Kai Pfaffenbach