Suárez pode ser punido após alegações de ter mordido adversário

terça-feira, 24 de junho de 2014 16:11 BRT
 

Por Nick Mulvenney

NATAL (Reuters) - O atacante uruguaio Luis Suárez esteve no centro de outro episódio envolvendo mordida em adversários nesta terça-feira, após aparentemente ter cravado seus dentes no ombro do defensor italiano Giorgio Chiellini durante o jogo decisivo entre Itália e Uruguai, pelo Grupo D da Copa do Mundo.

Suárez e Chiellini se trombaram na grande área da Itália faltando 10 minutos para o fim do jogo, e o furioso jogador italiano puxou a camisa para mostrar a marca para o juiz.

Fotografias da Reuters mostraram o que pareciam ser marcas de mordidas em seu ombro e fotos também mostraram Suárez sentado no gramado segurando os dentes imediatamente após o incidente.

O regulamento da Fifa permite o uso de imagens de TV para punir jogadores por incidentes não vistos ou não punidos pelos árbitros.

Os italianos ainda estavam reclamando sobre o incidente quando o capitão uruguaio Diego Godín marcou o gol de cabeça aos 36 minutos do segundo tempo, garantindo a vitória de 1 x 0 que os enviou para a segunda fase e eliminou os europeus.

"Foi ridículo não expulsarem Suárez", disse Chiellini à televisão italiana Rai TV.

"Foi claro, óbvio e então houve a óbvia queda logo após, porque ele sabia muito bem que ele fez algo que não deveria ter feito", acrescentou.

Suárez foi banido por 10 jogos no ano passado após morder Branislav Ivanovic, do Chelsea, durante o Campeonato Inglês e, em 2010, ele foi suspenso por sete jogos por morder Otman Bakkal, do PSV Eindhoven, jogando no futebol holandês, pelo Ajax.

Há quatro anos, ele ficou de fora da semifinal da Copa do Mundo da África do Sul, desfalcando o Uruguai contra a Holanda após ter evitado um gol com a mão no último minuto de jogo nas quartas de final contra Gana.

(Reportagem adicional de Mitch Phillips)

 
Zagueiro italiano Chiellini mostra seu ombro após incidente com uruguaio Luis Suárez.   REUTERS/Tony Gentile