Fifa multa federação chilena após invasão de torcedores ao Maracanã

terça-feira, 24 de junho de 2014 19:49 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - A Fifa multou a federação chilena depois que torcedores sem ingressos invadiram o Maracanã para tentar assistir à partida contra a Espanha pelo Grupo B da Copa do Mundo, na semana passada, disse nesta terça-feira a Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile (ANFP).

A ANFP não revelou o valor da multa, mas garantiu que está sujeita a sanções muito mais severas caso os torcedores participem de novos incidentes, depois de ser aberta uma outra investigação sobre a explosão de rojões durante a vitória sobre a Austrália por 3 x 1.

“No dia de ontem (segunda) foi recebida a notificação da Comissão Disciplinar da Fifa, na qual se sanciona a federação com o pagamento de uma multa pelos incidentes protagonizados por uma centena de indivíduos que cometeram excessos e danos a um centro de imprensa da Fifa no estádio do Maracanã”, disse o comunicado da ANFP.

“Por uma terceira ocorrência que venha a ser aberta pela Fifa devido a novos incidentes nas próximas partidas, a sentença pode ser muito dura e grave para os interesses esportivos e econômicos”, acrescentou o comunicado.

Cerca de 200 torcedores invadiram na quarta-feira o centro de imprensa do Maracanã e destruíram algumas instalações em sua tentativa de subir às arquibancadas do estádio para o jogo no qual o Chile derrotou a Espanha por 2 x 0.

Alguns conseguiram entrar no estádio, enquanto 85 foram detidos, dando início imediato a um processo de deportação pelas autoridades brasileiras.

A ANFP havia dito que os torcedores envolvidos na invasão ao Maracanã não poderiam mais entrar nos estádios chilenos, como uma forma de castigo pelos incidentes.

(Por Manuel Farías)