Gana resolve impasse sobre bonificação por participação no Mundial

quarta-feira, 25 de junho de 2014 18:57 BRT
 

Por Patrick Johnston

BRASÍLIA (Reuters) - Gana resolveu o impasse sobre o pagamento aos jogadores pela participação na Copa do Mundo, na véspera do último jogo pelo Grupo G contra Portugal, após a intervenção do presidente do país africano, John Mahama, disseram a Associação Ganesa de Futebol (AGF) e o técnico Kwesi Appiah nesta quarta-feira.

Os africanos não treinaram na terça-feira em Brasília por causa do impasse e várias reuniões foram feitas com os jogadores para debater a questão.

Appiah, cuja equipe enfrenta Portugal na quinta precisando de uma combinação de resultados para ir às oitavas de final, disse que o dinheiro estava a caminho da capital brasileira em um avião.

“Há algumas questões em relação ao dinheiro e a gerência e o governo do país estão tentando resolver, com esperança tudo vai se resolver dentro de duas ou três horas”, disse ele a jornalistas.

Appiah disse que “os jogadores me matariam” se ele revelasse quanto dinheiro era devido a eles e acrescentou que os atletas exigiram dinheiro vivo, já que muitos não possuem conta bancária em Gana.

O técnico também disse que a situação o fez passar várias noites em claro e deveria ter sido resolvida há muito tempo.

O meia Christian Atsu descartou a possibilidade de os jogadores boicotarem a partida de Portugal se o dinheiro não chegar.

“Esse jogo é muito importante para nosso país e colocamos tudo no passado”, disse o jogador.   Continuação...

 
Seleção de Gana durante treinamento em Brasília. 25/6/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino