Não sou cabeça quente, diz zagueiro Pepe, de Portugal

quarta-feira, 25 de junho de 2014 21:13 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O zagueiro de Portugal Pepe negou insinuações de que tenha a cabeça quente e disse ainda ser possível para sua equipe ir às oitavas de final da Copa do Mundo, acrescentando acreditar em milagres.

Portugal precisa de uma vitória convincente sobre Gana na última partida pelo Grupo G na quinta-feira para manter alguma chance de classificação para a próxima fase, a depender de um resultado favorável na outra partida do grupo, entre Alemanha e Estados Unidos.

Alemanha e EUA, cada um com quatro ponto no Grupo G, enfrentam-se em Recife, e ambas as equipes necessitam apenas de um empate para se classificar.

Pepe, nascido no Brasil, não se mostrou intimidado pelo desafio à frente de seu time, que foi goleado por 4 x 0 pela Alemanha e conseguiu um empate em 2 x 2 com os EUA somente no último lance do jogo.

“Acredito em milagres. Acho que é possível para nós. Sabemos que é difícil, mas temos que lutar”, disse Pepe a jornalistas no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, nesta quarta-feira.

“Temos que disputar nosso jogo independentemente do que aconteça entre Alemanha e EUA, vamos disputar nosso jogo, conseguir a vitória... e honrar a camisa de Portugal”, afirmou.

“Pensamos em vencer o jogo, depois vemos o que acontece”, acrescentou ele ao negar estar preocupado se Alemanha e EUA entrariam em campo somente pelo empate.

O zagueiro do Real Madrid vai estar disponível para jogar contra Gana depois de ter perdido o empate em 2 x 2 com os EUA no domingo por estar cumprindo uma suspensão, após ter sido expulso por dar uma cabeçada em Thomas Mueller durante a derrota no jogo de estreia contra a Alemanha.

“Nunca (fui) um cabeça quente”, disse ele, corrigindo um jornalista que perguntou sobre o incidente.

“Fico triste porque coloquei meu time em uma situação difícil”, disse. “Foi uma penalidade muito severa, teve um pênalti que não tivemos, eles poderiam ter expulsado também o zagueiro ou o lateral-esquerdo do time da Alemanha.”

(Por Patrick Johnston)

 
Pepe concede entrevista em Brasília ao lado do técnico de Portugal, Paulo Bento.   REUTERS/David Gray