Cristiano Ronaldo desperdiça chances, Portugal e Gana se despedem

quinta-feira, 26 de junho de 2014 18:54 BRT
 

Por Patrick Johnston

BRASÍLIA (Reuters) - Cristiano Ronaldo marcou seu primeiro gol na Copa do Mundo, mas desperdiçou diversas outras boas chances na vitória por 2 x 1 de Portugal sobre Gana nesta quinta-feira, resultado que levou à eliminação de ambas as equipes.

Os portugueses terminaram empatados em quatro pontos com os Estados Unidos no Grupo G, mas os norte-americanos avançaram para a próxima fase devido ao melhor saldo de gols, apesar de terem perdido por 1 x 0 o jogo contra a Alemanha, em Recife.

O melhor jogador do mundo poderia ter mudado esse desfecho se tivesse aproveitado três chances claras de gol, que teriam feito os lusos superarem os EUA no saldo de gols.

O máximo que ele conseguiu, no entanto, foi um gol aos 35 minutos do segundo tempo –seu gol número 50 por Portugal—, quando o goleiro de Gana Fatawu Dauda empurrou uma bola alta diretamente aos pés do atacante do Real Madrid.

“Criamos muitas chances e não convertemos todas, precisávamos de três gols e dependíamos do resultado da Alemanha. Não era impossível”, disse Cristiano Ronaldo a jornalistas.

“Sabíamos que era complicado, isso é futebol, saímos com a cabeça erguida, demos nosso melhor e não fomos bem sucedidos”, acrescentou.

O atacante português, que também carimbou a trave com um chute cruzado na primeira etapa, demonstrou frustração ao longo da partida no estádio Nacional, em Brasília, e mais uma vez pareceu não estar em plena forma, levantando preocupações se estaria recuperado de lesões antigas no joelho.

Ele poderia ter aberto o placar aos 19 minutos, mas seu cabeceio de curta distância foi defendido com propriedade por Dauda, que sete minutos depois também agarrou um tiro de longa distância do atacante português.   Continuação...

 
Cristiano Ronaldo em jogo contra Gana, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.  26/6/2014.  REUTERS/Jorge Silva