Chile quer enfrentar o Brasil com mentalidade de vencedor, diz Sánchez

quinta-feira, 26 de junho de 2014 19:18 BRT
 

Por Luis Ampuero

BELO HORIZONTE (Reuters) - O zagueiro chileno Gary Medel é um "cão de guarda" na marcação assim como o meia Arturo Vidal com seu jogo, e é com essa mentalidade que o Chile deve conseguir ganhar do Brasil, disse nesta quinta-feira o atacante Alexis Sánchez.

O atacante do Barcelona, que se mostrou solto e seguro em suas respostas, também usou como exemplo a mentalidade dos argentinos e de seu técnico "que quer ganhar até os treinos".

"Devemos ter a mentalidade de Medel, de Arturo Vidal. Estou orgulhoso de ter Arturo na equipe, é um cão de guarda no meio, e Gary também é. Ele consegue ganhar uma bola aérea de frente a um rival de três metros", disse Sánchez.

"O chileno nunca teve fé com as potências mundiais... não somos como os argentinos que se sentem vencedores antes de jogar a partida. O técnico é argentino e quer ganhar até os treinos", exemplificou o atacante.

Sánchez destacou que esse espírito domina a seleção de seu país e fará o time enfrentar o Brasil sem medo.

"Temos que ter essa mentalidade ganhardora e vamos tentar ganhar a partida porque chegamos ao Mundial para fazer história", acrescentou Sánchez em coletiva de imprensa.

O Brasil eliminou os chilenos nas oitavas de final da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, e na Copa da França, em 1998.

 
Alexis Sánches participa de entrevista à imprensa na Toca da Raposa 2, em Belo Horizonte.  26/6/ 2014.    REUTERS/Toru Hanai