Alemanha foi bem contra EUA, mas ainda precisa melhorar--técnico

quinta-feira, 26 de junho de 2014 19:28 BRT
 

RECIFE (Reuters) - O técnico da Alemanha, Joachim Loew, ficou satisfeito com a vitória de seu time por 1 x 0 contra os Estados Unidos nesta quinta-feira, resultado que classificou a equipe com o primeiro lugar do Grupo G da Copa do Mundo.

Loew indicou, no entanto, que a Alemanha ainda tem muito espaço para melhorar, especialmente nas finalizações, que têm de ser mais precisas quando a equipe entrar em campo nas partidas eliminatórias.

"Há sempre algo para mudar, sempre algo que podemos melhorar", disse Loew a repórteres. "A organização e a agressividade foram melhores do que nas últimas partidas."

"Eu gostaria que o time fosse mais ativo, mesmo considerando que (os EUA) estavam se defendendo muito forte contra nós."

Loew, que foi visto balançando seus braços e gritando nervosamente nos acréscimos, disse ter ficado perplexo nos momentos finais da partida, quando a Alemanha perdeu a chance de ampliar a liderança e perdeu a posse de bola no meio de campo.

"Perdemos a bola no fim da partida desnecessariamente e isso é muito perigoso. Outras equipes tiram vantagem disso", disse Loew, que foi assistente técnico do técnico dos EUA, Juergen Klinsmann, quando ele comandou a Alemanha de 2004 a 2006.

"Na verdade nós nos preparamos para evitar esse tipo de coisa", disse ele quando questionado se isso o irritou. "Poderíamos ter dois ou três gols mais se tivéssemos jogado com um pouco mais de concentração."

Loew fez mudanças em seu meio-campo, substituindo Sami Khedira por Bastian Schweinsteiger pela primeira vez, e colocando o mais experiente Lukas Podolski no lugar de Mario Goetze.

"Acho que nós dominamos o meio-campo", disse Loew, soando satisfeito por seu time não ter sofrido gols contra os EUA.   Continuação...

 
Técnico da Alemanha, Joachim Loew, gesticula com sua equipe durante vitória sobre os Estados Unidos em Recife. 26/06/2014. REUTERS/Laszlo Balogh