Felipão admite ansiedade e nervosismo para jogo com Chile

sexta-feira, 27 de junho de 2014 12:53 BRT
 

Por Tatiana Ramil

BELO HORIZONTE (Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari reconheceu nesta sexta-feira, véspera do jogo da seleção brasileira com o Chile pelas oitavas de final da Copa do Mundo, que está nervoso por enfrentar uma partida eliminatória no Mundial.

“É normal que a gente tenha algum incômodo, alguma ansiedade, a gente fica um pouco mais envolvido, diferente, um pouco mais nervoso”, disse Felipão em entrevista coletiva no estádio do Mineirão, local da partida.

O time que perder a partida de sábado está for a da Copa.

“Ninguém, em sã consciência, fica tranquilo”, completou o técnico, que não quis antecipar a equipe que entrará em campo.

O treinador destacou, no entanto, que esse nervosismo acontece quando ele está sozinho, e não com o grupo de jogadores, porque neste momento precisa passar sua experiência, especialmente aos atletas que não disputaram uma Copa do Mundo, que são a maioria do plantel brasileiro.

Felipão e o capitão do time, o zagueiro Thiago Silva, revelaram ter sentido emoção ao observarem o campo do Mineirão para a partida decisiva diante dos chilenos.

 
Técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari (esquerda), em coletiva de imprensa com o jogador Thiago Silva, em Belo Horizonte. 27/6/2014 REUTERS/Eric Gaillard