Fifa suspende punição contra Beckenbauer em caso sobre Catar

sexta-feira, 27 de junho de 2014 14:21 BRT
 

Por Karolos Grohmann

BELO HORIZONTE (Reuters) - A suspensão de 90 dias aplicada pela Fifa ao ex-jogador e técnico campeão do mundo Franz Beckenbauer foi removida apenas 15 dias após ter sido anunciada, e a entidade administradora do futebol internacional disse nesta sexta-feira que o alemão é agora bem-vindo à Copa do Mundo.

Beckenbauer, um dos jogadores mais famosos do mundo, havia recebido a punição há duas semanas por se recusar a cooperar com uma investigação sobre a concessão da Copa do Mundo de 2022 ao Catar.

O alemão de 68 anos é ex-membro do comitê-executivo da Fifa --o qual, de maneira controvertida, concedeu a realização da Copa do Mundo ao Catar, em 2010-- e havia recebido "repetidos pedidos" para fornecer informação sobre o caso, disse a Fifa em um comunicado à época da punição.

Desde então, Beckenbauer mudou de opinião e colocou-se à disposição para fornecer respostas às questões que havia inicialmente rejeitado, por estarem escritas em jargão jurídico e em inglês.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, disse a repórteres que o ex-jogador poderia agora frequentar o torneio que ele participou quando atuou pela Alemanha Ocidental.

Beckenbauer, no entanto, indicou que ele não tem planos para vir ao Mundial no Brasil.

"Como você sabe, Franz é alguém que todos respeitamos e foi um jogador sensacional e adoraríamos tê-lo aqui na Copa do Mundo, ainda mais porque sua seleção está jogando na segunda fase", disse Valcke a repórteres no Rio de Janeiro.

"Mas é sua decisão não vir ao Brasil", acrescentou.   Continuação...

 
Ex-jogador alemão Franz Beckenbauer em coletiva de imprensa em Seul. 3/6/2013    REUTERS/Arquivo/Kim Hong-Ji