SOBE-Julio Cesar defende dois pênaltis e se redime após 2010

sábado, 28 de junho de 2014 17:04 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Julio Cesar se redimiu neste sábado da falha cometida na eliminação do Brasil na Copa do Mundo de 2010 com duas defesas na disputa de pênaltis contra o Chile, no Mineirão, que ajudaram a seleção brasileira a se classificar para as quartas de final do Mundial em casa.

Se há quatro anos na África do Sul o goleiro errou numa saída de bola na derrota do Brasil por 2 x 1 para a Holanda, nas quartas de final, desta vez o camisa 12 foi fundamental para a vitória brasileira numa partida tensa contra os chilenos no Mineirão.

Questionado antes da Copa devido ao longo período de inatividade no futebol inglês, o goleiro fez valer a confiança do técnico Luiz Felipe Scolari e salvou as cobranças de Pinilla e Sánchez na disputa de pênaltis, abrindo caminho para a vitória brasileira por 3 x 2, após empate de 1 x 1 no tempo normal e prorrogação.

"Só Deus e minha família sabem o que eu passei e passo até hoje, mas sei que minha história na seleção não acabou. Meus companheiros estão me dando muita força para chegar dentro de campo e dar o meu melhor", disse o goleiro, emocionado, em entrevista logo após a partida, lembrando o sofrimento vivido desde o Mundial de 2010 pela falha cometida na derrota por 2 x 1 para a Holanda nas quartas de final.

Ao longo da partida, Julio Cesar já havia feito pelo menos uma excelente defesa e ainda contou com a sorte. Um chute de Pinilla no final do segundo tempo da prorrogação explodiu no travessão, quando o goleiro já estava batido.

Eleito o melhor em campo pela Fifa, o goleiro, de 34 anos, foi o primeiro jogador convocado por Felipão para o Mundial, com meses de antecedência, numa tentativa do técnico de acabar com as especulações sobre Julio Cesar diante dos problemas enfrentados por ele no clube inglês Queens Park Rangers.

Após ficar quase uma temporada inteira sem jogar por problemas com seu técnico, o goleiro se viu obrigado a jogar na enfraquecida liga norte-americana para ganhar ritmo de jogo e foi contratado pelo Toronto FC em fevereiro.

Mesmo assim jogou pouco antes do Mundial e reconheceu, ao se apresentar para a Copa do Mundo, que ainda despertava muitas dúvidas nos críticos.   Continuação...

 
Goleiro Julio Cesar comemora vitória sobre o Chile, definida nos pênaltis, no Mineirão.  28/6/2014. REUTERS/Leonhard Foeger