Me preparei emocionalmente para esse Mundial, afirma Julio Cesar

sábado, 28 de junho de 2014 20:12 BRT
 

Por Tatiana Ramil

BELO HORIZONTE (Reuters) - Herói da classificação do Brasil para as quartas de final da Copa do Mundo, o goleiro Julio Cesar afirmou que se preparou psicologicamente para o torneio em casa depois de falhar em 2010, e explicou o choro antes da cobrança de pênaltis contra o Chile.

“Nunca escondi que sou um cara emotivo... o choro é porque vários jogadores chegaram em mim e falaram coisas bacanas e eu não consegui me segurar. Agradeço a cada um deles que me deu força naquele momento”, disse o goleiro, eleito o melhor da partida neste sábado após defender duas cobranças na disputa de pênaltis.

A partida entre Brasil e Chile, pelas oitavas de final do Mundial, no estádio do Mineirão, terminou empatada em 1 x 1 no tempo normal e na prorrogação, e as duas defesas de Julio Cesar foram fundamentais para a seleção vencer por 3 x 2 nos pênaltis.

Os jogadores admitiram a importância das defesas após uma partida difícil. “Essa classificação com certeza está na conta dele. Normalmente a gente fala que vai colocar na conta da pessoa uma dívida ou um erro, hoje foi com acertos, ele estava inspirado e antes dos pênaltis ele falou: ´pede para a rapaziada bater bem que hoje eu vou pegar três”, disse o capitão Thiago Silva.

O meia Willian, que desperdiçou sua cobrança pelo Brasil ao chutar para fora, acredita que a emoção do goleiro brasileiro está ligada à falha no Mundial passado.

“No final do jogo, nós nos abraçamos e agradecemos ao Julio, que merecia muito esse momento, pelo que ele viveu na Copa passada. Ficamos felizes por essa volta por cima e sem dúvida o choro dele tem a ver com a falha em 2010”, disse o meia do Chelsea. Além de Willian, Hulk também teve a cobrança defendida pelo goleiro Bravo

Julio Cesar teve a sua convocação contestada, já que ficou um período sem jogar neste ano e só recentemente acertou com o Toronto, clube da liga norte-americana, e também por causa de sua falha ao sair do gol nas quartas de final da Copa da África do Sul, há quatro anos, que resultou na eliminação diante da Holanda.

“Minha convocação foi muito questionada, (mas) eu me preparei muito bem emocionalmente para essa Copa do Mundo, não posso deixar de agradecer à comissão técnica por tudo aquilo que vem fazendo por mim, meus companheiros também, e isso me tranquiliza”, disse.   Continuação...

 
Julio Cesar defende pênalti contra o Chile. 28/06/2014 REUTERS/Leonhard Foeger