Presidente uruguaio insulta Fifa por punição a Suárez

segunda-feira, 30 de junho de 2014 17:08 BRT
 

MONTEVIDÉU (Reuters) - O presidente do Uruguai, José Mujica, insultou a Fifa por punir tão severamente e tirar da Copa do Mundo o atacante e estrela da seleção Luis Suárez por morder um rival italiano.

Mujica, um ex-guerrilheiro de 79 anos popular por não ter papas na língua, fez o comentário no domingo ao receber a seleção, que sem Suárez perdeu de 2 x 0 da Colômbia nas oitavas de final e foi eliminada do Mundial.

"A Fifa é um bando de velhos filhos da p...", disse o presidente, segundo um vídeo divulgado por um programa de televisão uruguaio no domingo à noite.

O mandatário tapou a boca com a mão imediatamente com uma expressão debochada. Sua esposa, a senadora Lucía Topolansky, que estava a seu lado, sorriu e disse concordar com suas palavras.

Através de uma porta-voz, a Fifa disse que "não temos comentários para fazer sobre isso", e confirmou que a entidade que controla o futebol mundial tinha visto as declarações do presidente na imprensa.

Suárez mordeu o zagueiro italiano Giorgio Chiellini no ombro durante a última partida da fase de grupos, que o Uruguai venceu por 1 x 0.

Dois dias depois, a Fifa o puniu com nove partidas internacionais de suspensão, além de lhe proibir de realizar qualquer atividade relacionada com o futebol durante quatro meses.

O atacante do Liverpool deverá ainda pagar uma multa de 111 mil dólares.

"Poderiam ter punido", disse Mujica no vídeo, "mas não punições fascistas".   Continuação...

 
Presidente do Uruguai, José Mujica, acena para imprensa durante encontro do G77 + China em Santa Cruz de la Sierra. 15/6/2014 REUTERS/Enrique Castro-Mendivil