Técnico argentino espera melhor sorte em reencontro com Corinthians

segunda-feira, 30 de junho de 2014 15:49 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A chegada de Alejandro Sabella à cidade de São Paulo para o jogo da Argentina contra a Suíça, na terça-feira, traz algumas lembranças para o técnico.

Sabella foi assistente de Daniel Passarella no Corinthians em 2005, em um período desastroso, que durou apenas dois meses.

Sabella foi auxiliar de Passarella em outras equipes, incluindo Uruguai, River Plate, Monterrey (México) e Parma (Itália).

No entanto, eles duraram apenas nove semanas em São Paulo, e Sabella lembrou dessa passagem durante a preparação para a partida contra a Suíça, no novo estádio do Corinthians, pelas oitavas de final da Copa.

"Tenho muitas lembranças", disse o treinador de 59 anos.

"Não passei muito tempo aqui, mas o Brasil é um país que é desgastante para o futebol. Você tem que dar muito quando trabalha no futebol aqui, mas por outro lado é ótimo viver no Brasil."

"E mesmo sendo rivais no futebol, somos irmãos. Acho que os nossos dois países são irmãos e a força motriz para a América Latina", completou.

Brasil sedia a Copa do Mundo pela primeira vez desde 1950 e a Argentina, que não vence a competição desde 1986, é uma das favoritas.

(Reportagem de Andrew Downie)

 
Técnico da Argentina, Alejandro Sabella, durante treino da seleção em São Paulo. 30/6/2014 REUTERS/Kai Pfaffenbach