Polícia prende 11 suspeitos de venda irregular de ingressos do Mundial

terça-feira, 1 de julho de 2014 12:50 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta terça-feira 11 pessoas, sendo duas em São Paulo, acusadas de vender ilegalmente ingressos para partidas da Copa do Mundo.

As prisões começaram ainda de madrugada em endereços nobres da capital fluminense, em bairros como Copacabana e Barra da Tijuca. Os envolvidos vão ser indiciados pelos crimes de cambismo, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

De acordo com as investigações, os cambistas conseguiam bilhetes autênticos, distribuídos pela Fifa a patrocinadores e ONGs, assim como os bilhetes dados a jogadores de seleções que participam do Mundial, e os revendiam a preços acima dos praticados oficialmente.

Três empresas de turismo foram fechadas e as contas dos envolvidos foram bloqueadas. Foram apreendidos passaportes, dinheiro em espécie, dezenas de ingressos, celulares e máquinas para pagamento com cartão.

Tem sido comum a detenção em flagrante de pessoas tentando vender ingressos nos arredores do estádios do Mundial, assim como em pontos turísticos das cidades-sede.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier e Felipe Pontes)