Mueller admite que cobrança de falta errada foi truque que falhou

terça-feira, 1 de julho de 2014 17:44 BRT
 

SANTO ANDRÉ Brasil (Reuters) - O jogador alemão Thomas Mueller admitiu que seu tropeço bizarro enquanto corria em direção à bola para cobrar uma falta na partida contra a Argélia pelas oitavas de final da Copa do Mundo fazia parte de uma jogada ensaiada.

“Essa entrevista vai ser veiculada em todo mundo ou só na Alemanha?”, perguntou Mueller ao jornalista de uma TV alemã que queria saber se o jogador do Bayern de Munique havia tropeçado de propósito.

Ao receber a resposta de que a entrevista seria veiculada somente na Alemanha, Mueller sorriu e respondeu: “Quase funcionou.”

Perguntado se planeja tentar o truque mais uma vez, Mueller disse: “Vamos ver o que acontece na próxima partida.”

Com o placar empatado em 0 x 0, uma cobrança de falta foi marcada a favor da Alemanha aos 43 minutos do segundo tempo em uma posição ameaçadora, 25 metros à frente do gol da Argélia.

Mueller se misturou aos companheiros de equipe Toni Kroos, Mesut Ozil e Bastian Schweinsteiger, que correu mas pisou na bola. Mueller seria o próximo a simular o chute, mas caiu de joelhos a dois passos da bola.

Ele rapidamente se levantou e correu em direção à barreira enquanto Kroos tentou mandar a bola por cima, mas ela acabou bloqueada pelos argelinos.

“Treinamos isso”, disse Kroos à mídia alemã. “Nos treinamentos sempre funcionou. Mas fica horrível quando não dá certo.”

(Reportagem de Erik Kirschbaum)

 
Thomas Mueller, da seleção da Alemanha, durante partida contra a Argélia em Porto Alegre. 30/06/2014. REUTERS/Darren Staples