Copa no Brasil é a melhor em qualidade e entretenimento, diz especialista da Fifa

quarta-feira, 2 de julho de 2014 19:58 BRT
 

Por Mike Collett

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Com oito partidas ainda a serem disputadas, essa Copa do Mundo se encaminha para se tornar a melhor em termos de qualidade do futebol e entretenimento, disse o ex-técnico da seleção da França e do Liverpool Gérard Houllier nesta quarta-feira.

Houllier --membro mais experiente do Grupo de Estudos Técnicos da Fifa, que analisa as táticas, tendências e todos os aspectos técnicos do torneio-- já assistiu a nove Mundiais e disse acreditar que a tendência em direção a um futebol mais ofensivo e excitante vai continuar. 

“Esse tem sido o melhor em termos de qualidade do futebol e entretenimento”, afirmou.

“Alguns dos jogos, como aqueles entre Alemanha e Gana, e ontem entre Bélgica e EUA, pareciam basquete, de gol a gol", ressaltou. 

“Os técnicos melhoraram tanto nos últimos 20 anos, muitas das regras implantadas pela Fifa e a International Board (órgão que regula o futebol) encorajaram um futebol positivo e agora temos uma geração de ótimos atacantes e grandes jogadores realmente dando tudo de si", acrescentou.

Ele disse haver uma diferença crucial entre a Copa do Mundo na África do Sul há quatro anos e a de agora, no Brasil:

“A principal diferença é que o ritmo físico do jogo ficou mais forte. Essa é a Copa com o maior ritmo de todos os tempos."

“O ‘momento mágico’ no futebol é quando uma das equipes perde a bola para a outra e então a fase de transição começa, e aqui temos vistos times avançarem com tudo, mas não de um jeito desorganizado, estão se movendo como um time.”   Continuação...