Federação da Venezuela nega ter convidado Maradona para técnico da seleção

quinta-feira, 3 de julho de 2014 09:44 BRT
 

CARACAS (Reuters) - A Federação Venezuelana de Futebol não está considerando contratar o argentino Diego Maradona como técnico de sua seleção, disse a organização nesta quarta-feira, derrubando rumores e insinuações do próprio ex-jogador de que ele poderia assumir o cargo.

A federação ainda não substituiu César Farías, que saiu em novembro após a equipe ter ficado de fora da Copa do Mundo no Brasil.

“Não houve uma proposta para contratar o famoso ex-atleta e técnico Diego Armando Maradona, apesar da insistência nas últimas horas de diferentes veículos de imprensa e redes sociais”, disse a entidade em um comunicado, citando seu presidente, Rafael Esquivel.

"O país vai saber o nome do novo técnico quando o conselho administrativo… tomar a decisão, que será após a conclusão da Copa do Mundo."

Maradona disse na rede de televisão Telesur na terça-feira que ele poderia ser o técnico da Venezuela, o único país sul-americano que nunca jogou uma Copa do Mundo.

(Por Eyanir Chinea e Brian Ellsworth)

 
Ex-jogador argentino Diego Maradona assiste a uma partida do Campeonato Argentino entre Deportivo Riestra e San Miguel, em Buenos Aires. 19/08/2013.  REUTERS/Marcos Brindicci