Técnico da Coreia do Sul segue no cargo apesar de eliminação na Copa

quinta-feira, 3 de julho de 2014 13:40 BRT
 

SEUL (Reuters) - Hong Myung-bo irá continuar como técnico da seleção da Coreia do Sul, apesar de sua eliminação precoce na Copa do Mundo, informou a Associação Coreana de Futebol (KFA, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

A permanência de Hong passou a ser avaliada depois que a Coreia do Sul, que chegou à semifinal do Mundial de 2002 em casa, terminou como última do seu grupo e só conseguiu um ponto. Foi a primeira vez desde 1998 que o time saiu da primeira fase da competição sem nenhuma vitória.

Huh Jung-moo, vice-presidente da KFA, disse que Hong apresentou sua demissão depois da derrota de 1 x 0 para a Bélgica, seu último jogo da fase de grupos, mas o presidente da entidade, Chung Mong-gyu, o convenceu a desistir da renúncia.

“Não acho que a demissão de Hong teria resolvido o problema, então decidimos continuar a confiar nele”, declarou Huh aos repórteres em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira.

"Hong disse que pretendia pedir demissão, mas Chung Mong-gyu o persuadiu a se manter no cargo até a Copa Asiática (em 2015).”

“Tendo em vista o fracasso na Copa do Mundo, tenho certeza de que Hong irá conduzir bem a seleção na Copa Asiática”, completou.

A Coreia do Sul foi sorteada no mesmo grupo da anfitriã Austrália no torneio, que acontecerá entre os dias 9 e 31 de janeiro do ano que vem. O contrato de Hong vence no final da competição.

Hong, que levou os sul-coreanos à medalha de bronze na Olimpíada de Londres em 2012, assumiu a função um ano atrás, quando substituiu Choi Kang-hee após uma péssima campanha classificatória para o Mundial do Brasil.

(Por Narae Kim)

 
Técnico da Coreia do Sul, Hong Myung-bo, gesticula durante partida contra a Bélgica pelo Grupo H da Copa do Mundo, na Arena Corinthians, em São Paulo. 26/06/2014.  REUTERS/Ivan Alvarado