Especialistas da Fifa analisarão ingressos apreendidos em operação policial

quinta-feira, 3 de julho de 2014 21:50 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, disse nesta quinta-feira que especialistas da entidade vão analisar na sexta-feira os ingressos da Copa do Mundo apreendidos pela polícia do Rio de Janeiro em uma operação que prendeu um grupo acusado de venda ilegal de entradas para jogos do Mundial.

"Os especialistas em ingressos da Fifa vão analisar amanhã (sexta-feira) os ingressos apreendidos para confirmar sua autenticidade e ajudar as autoridades a identificar a fonte dos ingressos e a rastreá-los", disse Weil em comunicado divulgado pela entidade que controla o futebol mundial.

O delegado responsável pela operação, denominada "Jules Rimet", afirmou mais cedo nesta quinta-feira que as investigações apontaram que um integrante da Fifa facilitaria as ações do grupo suspeito de vender ingressos ilegalmente.[ID:nL2N0PE17Q]

Nesta semana, a polícia prendeu 11 pessoas acusadas de participar de um esquema de comercialização ilegal de ingressos para partidas do Mundial. O grupo obteria essas entradas com patrocinadores, organizações não-governamenatais e jogadores de seleções que participam do torneio.

"A Fifa tem uma postura firme contra qualquer forma de violação aos regulamentos da venda de ingressos e está muito satisfeita com a grande colaboração das autoridades locais em seus esforços para reprimir a venda não autorizada de ingressos", informou.

No comunicado, a Fifa também disse que o franco-argelino Lamine Fofana, apontado pela polícia como chefe do suposto esquema, "nunca foi credenciado para a Copa do Mundo da Fifa e não teve acesso a nenhum carro oficial da Copa do Mundo".

(Reportagem de Eduardo Simões e Tatiana Ramil)