Fórmula 1 tem primeira mulher nas pistas em 22 anos

sexta-feira, 4 de julho de 2014 09:39 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE (Reuters) - Susie Wolff se tornou nesta sexta-feira a primeira mulher em 22 anos a participar de um grande prêmio de Fórmula 1, mas seu envolvimento no treino para o GP da Grã-Bretanha mal durou 20 minutos.

Em uma manhã ruim para as Williams, cujos pilotos terminaram na terceira e quarta colocação na corrida anterior na Áustria, Felipe Massa bateu forte, ficando fora do restante da sessão.

"Estou bem. Atingi a parte de fora do meio-fio e isso me empurrou para dentro", disse o ex-piloto da Ferrari, que corre sua 200ª corrida neste fim de semana, a primeira em Silverstone por uma equipe britânica.

Susie, mulher do diretor de automobilismo da Mercedes, Toto, conseguiu completar apenas quatro voltas antes de um problema de pressão no óleo forçá-la a sair para a lateral da pista na manhã ensolarada de Silverstone.

Ainda assim, ela é a primeira mulher a participar de qualquer etapa de um grande prêmio desde que a italiana Giovanna Amati tentou sem sucesso se classificar pela escuderia Brabham, em 1982.

A italiana Lella Lombardi, em 1976, foi a última mulher a disputar uma corrida de Fórmula 1.

Massa girou e bateu forte na parede com pouco mais de uma hora restante de treino, interrompendo o treino. O brasileiro não se feriu no impacto, mas o carro ficou destruído.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Piloto britânica de Fórmula 1 Susie Wolff antes de sessão de treino para o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, no circuito de Silverstone, na Inglaterra. 4/07/2014.   REUTERS/Francois Lenoir