4 de Julho de 2014 / às 18:53 / 3 anos atrás

Alemanha vence França e espera Brasil x Colômbia para definir semifinal

Philipp Lahm (16) comemora vitória sobre a França no Maracanã. 4/7/2014.Eddie Keogh

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um gol de cabeça de Matt Hummels no início do jogo provou ser o suficiente para a Alemanha vencer a França em um jogo intenso e pouco inspirado pelas quartas de final da Copa do Mundo, no Maracanã, nesta sexta-feira.

O zagueiro marcou o único gol de uma partida em que nenhuma das duas equipes assumiu o controle quando ele finalizou de cabeça após cobrança de falta de Toni Kroos aos 13 minutos.

Em uma partida que teve poucas chances claras, o goleiro da Alemanha Manuel Neuer impediu que Karim Benzema marcasse nos acréscimos ao bloquear o chute do atacante francês.

A Alemanha é o primeiro país a se classificar para as semifinais em quatro Mundiais seguidos e enfrentará ou o Brasil ou a Colômbia. As duas seleções sul-americanas se enfrentam ainda nesta sexta em Fortaleza.

"Não foi fácil hoje. Estava brutalmente quente, especialmente com o sol. Conseguimos como equipe", disse o capitão da Alemanha, Phillip Lahm.

"Fomos bem organizados. Eram duas boas equipes se enfrentando. Fizemos o primeiro gol e eles tiveram que vir atrás de nós. Está claro que você não vai ter um adversário fácil nas quartas de final."

O técnico da França, Didier Deschamps, lamentou um jogo que escapou das mãos de sua equipe.

"Tivemos nossas chances, mas eles tinham mais experiência que nós. Eles nos mantiveram sob controle e controlaram bem aquela vantagem de um gol... É uma pena, mas nossa equipe não está acostumada com partidas grandes como essa", disse.

"A diferença não foi tão grande hoje entre nós e a Alemanha, mas eles avançaram."

A equipe do técnico Joachim Loew terá de jogar muito melhor do que fez contra a França para chegar à sua primeira final de Mundial desde 2002.

A Alemanha abriu o placar quando teve uma falta pela esquerda, depois que Paul Pogba derrubou Kross, que fez a cobrança e mandou uma bola aérea sob medida para Hummels marcar.

A França demorou a responder e só teve chance de empatar aos 34, quando Mathieu Valbuena chutou de curta distâncias, mas viu Neuer afastar com a mão esquerda.

Seja porque o sol castigou em um dia sem nuvens no Rio ou por causa da tensão da ocasião, nenhuma equipe jogou bem, embora a França tenha ido particularmente mal.

Os dois times cometeram erros e o jogo foi pouco empolgante, exceto pelos 15 minutos finais, quando a França foi para cima desesperadamente em busca do empate.

Andre Schuerrle, que veio do banco de reservas, podia ter ampliado a vantagem alemã, mas seu chute rasteiro foi defendido pelo goleiro francês Hugo Lloris.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below