Goleiro alemão minimiza defesa decisiva nos acréscimos

sexta-feira, 4 de julho de 2014 16:51 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O goleiro alemão Manuel Neuer disse que sua defesa com uma mão do chute a gol de Karim Benzema já nos acréscimos não foi nada demais, nesta sexta-feira, na partida em que sua seleção derrotou a França por 1 x 0 nas quartas de final da Copa do Mundo.

“Foi só uma reação automática”, declarou Neuer aos repórteres.

“A defesa fez um bom trabalho e se manteve compacta. Eu só tive que fechar o canto mais próximo. Se tivesse entrado, teria sido erro do goleiro.”

Neuer fez várias outras defesas cruciais durante a partida para manter a vantagem do gol de Mats Hummels, que veio aos 12 minutos.

“É uma sensação ótima”, disse Neuer. “O importante é que jogamos como um time. Tentamos jogar um bom futebol contra a Argélia e nem sempre nos saímos bem. Hoje jogamos um bom futebol e mostramos que sabemos fazê-lo”.

A Alemanha recebeu críticas duras em casa por penar na vitória de 2 x 1 sobre os argelinos nas oitavas de final.

“Avançamos mais uma fase e estamos de olho no próximo adversário”, afirmou Neuer, referindo-se à semifinal contra Brasil ou Colômbia, que se enfrentam nesta sexta-feira.

(Por Erik Kirschbaum)

 
Goleiro Neuer comemora vitória da Alemanha.  REUTERS/Eddie Keogh