5 de Julho de 2014 / às 01:02 / em 3 anos

Colombiano James Rodríguez se despede da Copa ao prantos, mas com orgulho

Os brasileiros Dani Alves (esquerda) e David Luiz (direita) consolam o colombiano James Rodríguez depois que Brasil eliminou a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo, em Fortaleza, nesta sexta-feira. 04/07/2014Jorge Silva

FORTALEZA (Reuters) - O jogador James Rodríguez disse nesta sexta-feira que o árbitro Carlos Velasco Carballo "não ajudou" a Colômbia na arrasadora derrota de 2 x 1 para o anfitrião Brasil, mas o maior artilheiro do torneio está orgulhoso da sua seleção que chegou às quartas de final da Copa do Mundo pela primeira vez.

"Estou chorando porque demos tudo. Infelizmente, o árbitro não ajudou muito. O Brasil é um bom time, mas demos tudo, então estamos tranquilos. Queríamos continuar, mas saímos de cabeça erguida. Obrigado, Colômbia”, disse Rodríguez, até agora o artilheiro do Mundial com seis gols.

"Realizamos o sonho que tínhamos... É uma pena termos que ir embora."

O Brasil, que vencia por 2 x 0 após a incrível cobrança de falta do zagueiro David Luiz no segundo tempo, parecia já estar a caminho da semifinal.

Mas a Colômbia, que encantou com o seu futebol ofensivo e sua atitude descontraída, voltou com força e marcou da marca do pênalti depois que o goleiro Júlio César derrubou Carlos Bacca.

Rodríguez assumiu a responsabilidade da cobrança, conferindo seu sexto gol no Mundial – sexto e último depois que o Brasil garantiu a vitória e eliminou a Colômbia.

Muitos observadores acharam que Rodríguez não foi protegido o suficiente depois das várias faltas que sofreu e questionaram a decisão do árbitro espanhol de dar um cartão amarelo, e não vermelho, ao goleiro brasileiro.

Rodríguez, que chegou a ofuscar até Neymar com seu futebol vibrante e sua atitude positiva, disse estar orgulhoso da sua equipe.

“Obrigado, Colômbia, porque você sempre teve fé”, declarou. “Infelizmente paramos por aqui, mas queríamos continuar. Estamos tristes, mas também temos que nos sentir orgulhosos porque demos nossa pele no campo”.

O Brasil enfrenta a Alemanha na semifinal de terça-feira em Belo Horizonte.

Reportagem adicional de Jaime Acosta, em Bogotá

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below