Fifa suspende diretor de Comunicação da CBF de três partidas e aplica multa

sábado, 5 de julho de 2014 20:54 BRT
 

Por Mike Collett

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O diretor de comunicação da Confederação Brasileira de Futebol, Rodrigo Paiva, foi proibido de comparecer a três partidas e multado em 11.200 dólares pela Fifa depois de uma briga no intervalo do jogo entre Brasil e Chile nas oitavas de final da Copa do Mundo.

O Comitê Disciplinar da Fifa puniu Paiva depois de ele se envolver em uma confusão no túnel de acesso do Mineirão.

O atacante chileno Mauricio Pinilla acusou Paiva de golpeá-lo no rosto, mas Paiva só admitiu a agressão.

A partida terminou em um empate de 1 x 1, e os anfitriões avançaram às quartas de final vencendo nos pênaltis.

Em um comunicado divulgado neste sábado, a Fifa informou que, como já cumpriu um jogo de suspensão na partida contra a Colômbia em 4 de julho, Paiva não poderá comparecer à semifinal de terça-feira contra a Alemanha, nem à disputa de terceiro lugar em 12 de julho ou à final de 13 de julho, dependendo do resultado do duelo com os alemães.

O Comitê Disciplinar ainda impôs uma multa de 11.200 dólares de acordo com o Artigo 48 do código disciplinar, que estipula “pelo menos duas partidas por agredir (cotovelada, soco, chute etc.) um adversário ou pessoa que não seja um árbitro da partida”.

 
Diretor de Comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, durante entrevista coletiva em Teresópolis. 30/06/2014. REUTERS/Marcelo Regua