Após derrota, técnico da Bélgica diz que Argentina é time "comum"

sábado, 5 de julho de 2014 21:43 BRT
 

Por Patrick Johnston

BRASÍLIA (Reuters) - Derrotado pela “comum” Argentina, o técnico da Bélgica, Marc Wilmots, disse não ter ficado nada impressionado com a seleção que pôs fim às esperanças de seu time na Copa do Mundo neste sábado.

Os sul-americanos anularam seus adversários de quartas de final habilidosamente mantendo a posse de bola, jogando na defesa e gastando tempo em toda oportunidade depois de abrir a dianteira de 1 x 0 logo aos oito minutos de jogo para chegar à semifinal.

“Se eu tivesse jogado assim, teria sido massacrado pela imprensa belga”, afirmou Wilmots. “Vimos a experiência da Argentina, eles distorcem o ritmo, levam 30 segundos para cobrar lateral, o árbitro não faz nada, então eles conseguem romper nosso ritmo e nossa velocidade.”

“Não ficamos impressionados com os argentinos, não mesmo, é um time comum.”

Wilmots foi ativo na lateral durante o confronto no Estádio Nacional de Brasília, reclamando com os árbitros e até com o capitão argentino, Lionel Messi.

"Messi é a estrela, mas fez algumas entradas e faltas, o árbitro nunca é contra ele, toda falta era a favor da Argentina”, afirmou.

Apesar da derrota, o ex-meio-campista que disputou três Mundiais consecutivos pela Bélgica a partir de 1994 não ficou desanimado.

“Aprendemos muito hoje, estamos incrivelmente tristes por perder, mas estamos muito orgulhosos dos rapazes”.

"Eles não devem lamentar nada, éramos o time mais jovem nas quartas de final".

(Reportagem adicional de Brian Homewood)

 
Técnico da Bélgica, Marc Wilmots, discute com argentino Lionel Messi durante jogo em Brasília. 05/07/2014.  REUTERS/David Gray