Substituto de Neymar estará preparado para "dar conta do recado", diz Bernard

domingo, 6 de julho de 2014 19:19 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O jogador que for escolhido pelo técnico Luiz Felipe Scolari para substituir Neymar contra a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo vai estar preparado para "dar conta do recado", disse neste domingo o atacante Bernard, um dos cotados para a vaga.

"Tenho certeza que caso ele escolha qualquer um, o jogador está emocionalmente bem, psicologicamente, fisicamente para poder entrar e dar conta do recado", afirmou Bernard em entrevista coletiva na Granja Comary.

Segundo ele, não existe um substituto imediato para Neymar, e o técnico Luiz Felipe Scolari terá que analisar o contexto da partida e da situação dos adversários para escolher quem assumirá a vaga da estrela da seleção brasileira. O atacante está fora do Mundial devido a uma lesão sofrida contra a Colômbia na partida pelas quartas de final, na última sexta-feira.

O Brasil enfrentará a Alemanha em semifinal da Copa do Mundo na terça-feira, em Belo Horizonte.

Bernard afirmou que caberá ao treinador analisar a situação na qual o Brasil terá que atuar e fazer a melhor escolha naquele momento.

"Acho que depende da situação em que a gente encontra dentro da partida, da situação em que o adversário se encontra. Não tem aquele substituto imediato, tem aquilo que o professor necessita dentro da partida ou dentro de alguma situação", disse.

"Então o jogador, independente do que o técnico fala ou não, tem que estar preparado para situações como essa... Oportunidades não avisam".

Neymar deixou o campo no segundo tempo da vitória por 2 x 1 do Brasil sobre a Colômbia pelas quartas de final da Copa do Mundo, depois de sofrer uma joelhada nas costas dada pelo colombiano Camilo Zuñiga.

O atacante foi carregado em uma maca e chorava bastante. Exames feitos em um hospital de Fortaleza, onde a partida foi disputada, apontaram fratura em um vértebra lombar do jogador, o que o tira do restante do Mundial.   Continuação...

 
Jogador da seleção brasileira Bernard durante coletiva de imprensa em Teresópolis (RJ). 6/7/2014 REUTERS/Marcelo Regua