Willian se diz pronto para substituir Neymar, apesar de estilo de jogo "diferente"

domingo, 6 de julho de 2014 19:18 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O meia Willian disse neste domingo que possui alguns atributos parecidos com os do atacante Neymar, como velocidade e drible, apesar do estilo de jogo diferente, e garantiu que está preparado para assumir a vaga do camisa 10 da seleção brasileira caso o técnico Luiz Felipe Scolari o escolha.

Willian, cotado para começar jogando na partida contra a Alemanha na terça-feira em Belo Horizonte, acrescentou ainda que está fisicamente apto para treinar normalmente, apesar da pancada sofrida nas actividades de sábado em um lance com o meia Hernanes.

"Estou fisicamente bem. Claro que ontem no treinamento eu tomei uma pancada aqui no lado esquerdo, está incomodando um pouquinho, mas nada que vai atrapalhar o treinamento de hoje, vou treinar normalmente", disse Willian em entrevista coletiva na Granja Comary.

O meia disse que, apesar de Neymar e ele terem perfis de jogo diferente, será capaz de servir a seleção brasileira no ataque, criando jogadas e levando perigo para o adversário. Mas, no geral, Willian evitou fazer comparações.

"Claro que não tem como comparar o Neymar, ou ficar fazendo comparações com outros jogadores", disse.

"Acho que tem algumas qualidades iguais e eu estou pronto, estou preparado se o Felipão optar por mim, vou procurar entrar e fazer o meu melhor".

Ele acrescentou, no entanto, que há semelhanças entre os dois jogadores que podem ser exploradas.

"Eu tenho um estilo diferente do Neymar (e) tenho algumas coisas parecidas, como velocidade, drible. Mas o Neymar é mais um atacante, eu sou mais um meia armador, procuro armar mais as jogadas. O Neymar é um jogador que faz muitos gols, eu sou mais um jogador de servir os companheiros", disse Willian.

Neymar deixou o campo no segundo tempo da vitória por 2 x 1 do Brasil sobre a Colômbia pelas quartas de final da Copa do Mundo depois de sofrer uma joelhada nas costas dada pelo colombiano Camilo Zuñiga.   Continuação...

 
Jogador da seleção brasileira Willian em coletiva de imprensa em Teresópolis (RJ). 6/7/2014 REUTERS/Marcelo Regua