Cillessen pede desculpas por explosão após ser substituído

domingo, 6 de julho de 2014 19:16 BRT
 

SALVADOR (Reuters) - O goleiro Jasper Cillessen pediu desculpas aos seus companheiros de seleção holandesas e à comissão técnica por sua explosão momentânea em direção ao banco de reservas ao ser substituído pouco antes do fim da prorrogação da partida do sábado, que terminou em vitória da Holanda sobre a Costa Rica nos pênaltis nas quartas de final da Copa do Mundo.

Cillessen foi surpreendido com a decisão do técnico Louis van Gaal de colocar Tim Krul em campo poucos minutos antes do fim do tempo extra. O treinador viu em Krul um goleiro mais bem preparado para a decisão por pênaltis.

"Eu quero me desculpar. Já pedi desculpas ao Frans Hoek (preparador de goleiros da seleção) e vou pedir para todo o elenco. Não sabia da substituição. Foi um choque para mim", disse ele, de acordo com a imprensa holandesa.

Cillessen saiu do sério e chutou várias garrafas d'água antes de sentar no banco de reservas, mas assim que Tim Krul fez duas defesas decisivas para colocar a Holanda na semifinal o goleiro titular foi um dos primeiros a correr em direção ao gramado e parabenizar o substituto.

"Aos 119 minutos de jogo, Jasper fez uma defesa fantástica que, não fosse por ele, estaríamos indo para casa agora", disse Krul.

A decisão de Van Gaal de colocar Krul no lugar de Cillessen caso a partida fosse para as penalidadaes máximas estava sendo mantida sob sigilo para quase todos os atletas. A maioria não fazia ideia.

"Cillessen certamente não sabia de nada, pois não o queria ver distraído. Mas eu disse a Tim e ele se preparou. Ele sabia exatamente para qual lado os jogadores da Costa Rica iriam cobrar os pênaltis. Estudamos as cobranças contra a Grécia (na partida das oitavas)", disse Van Gaal.

(Por Mark Gleeson)

 
Goleiro Tim Krul substitui Jasper Cillessen em partida entre Holanda e Costa Rica, na Arena Fonte Nova, em Salvador. 5/7/2014 REUTERS/Paul Hanna