Alemães estão satisfeitos com nova função de Ozil, diz assistente técnico

domingo, 6 de julho de 2014 19:52 BRT
 

SANTO ANDRÉ Bahia (Reuters) - A comissão técnica da seleção da Alemanha rejeitou as críticas a Mesut Ozil e garantiu que está mais do que satisfeita com a maneira como meia tem se adaptado à sua nova função no time.

O atleta de 25 anos costumava jogar no coração do ofensivo esquema 4-2-3-1 alemão, chamando atenção com muitos gols e passes brilhantes, como um legítimo camisa 10. No entanto, depois das derrotas nas semifinais da Copa do Mundo de 2010 e da Euro 2012, o treinador Joachim Loew passou a adotar um esquema mais cauteloso, um 4-3-3 com Ozil aberto nas pontas.

O assistente técnico de Loew, Hansi Flick, rechaçou os comentários de que Ozil estaria sendo uma decepção nesta Copa do Mundo, ao falar em entrevista coletiva neste domingo.

"Nós vemos a questão de outra forma", disse a jornalistas. "Mesut está atuando em uma nova posição agora, tem uma nova função em campo. Ele tem muita qualidade com a bola e, além do mais, está melhorando ao longo da competição."

Em vez de atuar como o clássico camisa 10, Ozil tem sido requisitado para dar criatividade e fluidez ao time a partir das pontas, além de cobrir espaços e marcar muito mais do que fazia na formação anterior.

"Estamos satisfeitos com Mesut", garantiu Flick. "Nos traz muita confiança com a bola no pé e está sempre pronto para dar o passe."

A criatividade de Ozil tem muitas vezes se apagado durante partidas mais físicas e truncadas no Brasil, mas ele já deu mostras de que pode florescer e aparecer de forma decisiva em momentos de pressão, como quando marcou um gol na prorrogação de Alemanha x Argélia, que terminou com vitória dos alemães por 2 x 1, e exibir seu indistinguível controle de bola e passes precisos.

(Por Erik Kirschbaum)

 
Jogador alemão Mesut Ozil (centro) disputa bola em meio a três jogadores franceses, em partida no Maracanã, Rio de Janeiro. 4/7/2014 REUTERS/Mat Dunham/Pool