Sem Neymar, Brasil aposta em David Luiz para comandar time contra Alemanha

segunda-feira, 7 de julho de 2014 12:28 BRT
 

Por Tatiana Ramil

BELO HORIZONTE (Reuters) - Com o desfalque de Neymar, o zagueiro David Luiz surge como o novo xodó da seleção brasileira e a principal esperança para comandar a equipe na semifinal da Copa do Mundo contra a Alemanha.

Jogador firme na marcação, David Luiz deixou o país muito jovem e não teve ligação forte com o futebol brasileiro, mas conseguiu ganhar o apoio da torcida ao mostrar raça neste Mundial e tem também a admiração de seus companheiros de time.

“O David é um cara bastante equilibrado e bastante profissional, e ele vem trabalhando super bem dentro das partidas”, disse o atacante Bernard em entrevista coletiva no domingo, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Nos últimos dois jogos, David Luiz, além de mostrar solidez na marcação, anotou dois gols fundamentais, os primeiros dele com a camisa da seleção, que garantiram a classificação do Brasil para a semifinal da Copa.

Ele foi o autor do gol do empate por 1 x 1 com o Chile, nas oitavas de final, e abriu a disputa de pênaltis deste confronto, num momento em que alguns jogadores mostravam muito nervosismo, como o capitão Thiago Silva, seu companheiro de zaga, que ficou afastado do grupo durante as cobranças e pediu para ser o último a bater as penalidades.

Nas quartas de final, o jogador de 27 anos marcou um golaço de falta no segundo tempo da vitória por 2 x 1 sobre a Colômbia, no jogo que tirou Neymar, principal jogador do Brasil, da competição, por causa de uma fratura numa vértebra Na região lombar. Nesta partida Thiago Silva levou o segundo cartão amarelo e está suspenso do confronto de terça-feira, em Belo Horizonte, diante dos alemães, abrindo caminho para David Luiz usar a braçadeira de capitão.

Outro gesto de David Luiz chamou a atenção na partida contra a Colômbia. Após o jogo, ele consolou o meia colombiano James Rodríguez, artilheiro do torneio com seis gols, que chorava muito por causa da eliminação de sua equipe.

“Se tem algo com que eu sempre sonhei e que sempre tentei mostrar às pessoas é que, nesta vida, nós estamos todos na mesma; que todo mundo merece respeito e que nós somos todos iguais”, afirmou David Luiz ao site da Fifa nesta segunda-feira, ao explicar sua ação.   Continuação...

 
Zagueiro David Luiz comemora gol marcado em partida contra a Colômbia em Fortaleza. 4/7/2014.  REUTERS/Stefano Rellandini