July 8, 2014 / 6:29 PM / 3 years ago

Torcida canta vitória e aposta em conjunto para superar ausência de Neymar

3 Min, DE LEITURA

Torcedor pinta o rosto para semifinal Brasil x Alemanha no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. 8/7/2014.Kai Pfaffenbach

BELO HORIZONTE (Reuters) - Mesmo com os desfalques de Thiago Silva e principalmente de Neymar, a torcida brasileira acredita em vitória sobre a Alemanha no estádio do Mineirão sem um ´salvador da pátria´, mas com um conjunto que vai superar as adversidades e levar o país para a final da Copa do Mundo.

"O conjunto vai superar a ausência do Neymar. Ele já fez bastante para nós e todos vão jogar por ele. Vai ser o melhor jogo da Copa, com muita garra em campo", disse o engenheiro Marcelo Penna, que aposta numa vitória brasileira por 3 x 1 nesta terça-feira.

O atacante Neymar, principal jogador do Brasil, fraturou uma vértebra no jogo contra a Colômbia, pelas quartas de final da Copa, na sexta-feira, e está fora do torneio, enquanto Thiago Silva está suspenso do jogo com a Alemanha por ter recebido dois cartões amarelos.

"A equipe vai juntar forças para superar a ausência do ídolo Neymar", declarou o farmacêutico Rafael Mayrink no entorno do Mineirão, onde alguns torcedores cantavam e usavam máscaras com o rosto de Neymar.

A estudante Mariana, que viajou de São Paulo para Belo Horizonte de ônibus para assistir à partida, acredita que a torcida vai fazer a diferença em favor do Brasil.

"Estou confiante, temos que ir para a final mesmo sem Neymar e Thiago Silva, vamos ganhar por 2 x 0. Acho que agora o Brasil vai jogar com o coração e o apoio da torcida vai ser fundamental", disse ela, que preferiu não divulgar o sobrenome.

Para a funcionária pública Michelle Menezes, o Brasil "vai ganhar no grito". "Eles vão jogar pelo Neymar. Ele saiu, mas entraram 200 milhões", disse ela, referindo-se à população brasileira.

Nem todos são tão otimistas e veem a Alemanha como uma seleção mais forte do que a brasileira.

"Não estou nada confiante. Acho a Alemanha melhor do que nós e sem o Neymar e o Thiago ficou muito mais difícil. Além disso não vejo nenhuma virtude tática no time do Felipão, o time dele é um ajuntamento. Hoje é dia do imponderável ou do acaso ser o nosso camisa 10", disse Euller Dias dos Santos, que estava com a camisa do Cruzeiro.

Mas mesmo entre os torcedores que admitem que o Brasil não tem o favoritismo do jogo isso é visto como um fator positivo.

"Não entrar como favorito é uma vantagem, tira a pressão, vamos tocar mais a bola e ter mais calma para organizar as jogadas", disse a publicitária Lívia Seabra. "O brasileiro é sentimental e emotivo, acho que essas serão as forças do Brasil para superar a perda do Neymar e do Thiago Silva."

(Reportagem adicional de Rodrigo Viga Gaier; edição de Alexandre Caverni)

tatiana.ramil@thomsonreuters.com; 5511 56447765; Reuters Messaging: tatiana.ramil.thomsonreuters.com@reuters.net

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below