Felipão assume responsabilidade por goleada "catastrófica"

terça-feira, 8 de julho de 2014 20:41 BRT
 

Por Tatiana Ramil

BELO HORIZONTE (Reuters) - O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, assumiu a responsabilidade pela goleada "catastrófica" de 7 x 1 sofrida pela equipe diante da Alemanha, resultado que tirou do Brasil a chance de conquistar o hexacampeonato mundial em casa.

"O resultado e quem foi o responsável sou eu", disse o técnico em entrevista coletiva após a derrota na semifinal da Copa do Mundo no Mineirão, em Belo Horizonte.

"Quem é o responsável pelas escolhas? Sou eu, então o resultado castastrófico pode ser dividido pelo grupo, os jogadores vão falar isso, mas a escolha, a parte tática, tudo sou eu."

Felipão não quis comentar se permanecerá no cargo após a partida de sábado, em Brasília, quando o Brasil vai disputar o terceiro lugar na Copa contra o derrotado do duelo entre Holanda e Argentina.

A seleção brasileira tomou cinco gols nos primeiros 29 minutos da partida diante dos alemães, sendo quatro deles num espaço de seis minutos, o que foi classificado por Felipão como um "branco", uma "pane" e um momento de "descontrole".

"O que aconteceu hoje é muito diferente do que jogamos. Até o primeiro gol, o jogo era idêntico ou éramos melhores do que a Alemanha. Houve um decontrole, naturalmente que é normal arriscar, e os jogadores deixaram espaços e para quem sabe jogar", disse Felipão.

O Brasil atuou sem seu principal jogador Neymar, que fraturou uma vértebra e está fora do Mundial, e também não teve o zagueiro Thiago Silva, suspenso, mas o treinador disse que os desfalques não são desculpa para a goleada.

"Não vamos arranjar desculpa sobre isso, sobre Neymar, emoção, hino, o que aconteceu foi que a Alemanha em determinado momento conseguiu impor o ritmo e influenciou negativamente minha equipe, com minutos de transtorno", explicou ele.   Continuação...

 
Brazil's coach Luiz Felipe Scolari gestures the number seven to his team during their 2014 World Cup semi-finals against Germany at the Mineirao stadium in Belo Horizonte July 8, 2014. REUTERS/Ruben Sprich (BRAZIL  - Tags: SOCCER SPORT WORLD CUP)