Técnico alemão Loew diz entender como o Brasil está "chocado"

terça-feira, 8 de julho de 2014 20:37 BRT
 

Por Andrew Cawthorne

BELO HORIZONTE (Reuters) - O técnico da seleção da Alemanha, Joachim Loew, disse entender o choque e a dor que o Brasil está sentindo após a derrota de 7 x 1 na semifinal da Copa do Mundo em sua terra natal, nesta terça-feira, lembrando como os alemães se sentiram em 2006, quando perderam para a Itália na mesma fase da competição.

“Também ficamos chocados, passamos a mesma coisa em 2006”, afirmou Loew à televisão alemã. “Eles ficaram chocados, não esperavam ficar em desvantagem. E a partir daí foi uma partida fácil para nós”.

Loew, que era assistente do técnico Juergen Klinsmann no Mundial de 2006, quando a Alemanha foi derrotada pelos italianos por 2 x 0 na prorrogação, disse achar que a enorme pressão sobre o time da casa pode ter se tornado um fardo.

“Tínhamos grandes esperanças em 2006 também, você sente a pressão que os anfitriões têm em uma partida como esta”, declarou o treinador.

“Todas as 200 milhões de pessoas aqui querem que eles cheguem à final. Isso pode deixar os jogadores travados. Lamento por ele (Felipão). Acho que sei como ele se sente”.

Loew ficou satisfeito por seu time ter deixado seu melhor desempenho na Copa para a partida contra o Brasil, uma goleada que apagou as lembranças de sua tensa vitória de 2 x 1 sobre a Argélia nas oitavas de final, que desencadearam críticas generalizadas na Alemanha.

“Cinco gols em 18 minutos –- ficou claro que eles estavam chocados e não sabiam o que fazer”, afirmou.

“Todos fizeram sua parte hoje, com muita concentração. Mas é preciso continuar assim. Precisamos permanecer humildes. Não queremos superestimar isso. Temos que continuar concentrados até domingo”.   Continuação...

 
David Luiz é confortado pelo técnico alemão Loew em Belo Horizonte. 08/07/2014 REUTERS/David Gray