Alemães são recebidos como heróis na concentração na Bahia

quarta-feira, 9 de julho de 2014 13:56 BRT
 

Por Erik Kirschbaum

SANTA CRUZ CABRÁLIA (Reuters) - Os brasileiros que vivem na cidade baiana de Santa Cruz Cabrália, perto da concentração da seleção da Alemanha, adotaram nesta quarta-feira o lema "se não pode vencê-los, junte-se a eles" e mostraram seu apoio à equipe que horas antes havia dado uma surra de 7 x 1 na seleção na disputa de uma das semifinais da Copa do Mundo.

Centenas de brasileiros esperaram durante horas debaixo de chuva para saudar os jogadores alemães enquanto desciam do ônibus, pouco depois da meia-noite, antes de pegar uma balsa para chegar ao seu centro de treinamento em Santo André.

Muitos dos torcedores cantaram "Alemanha, Alemanha, Alemanha" enquanto os fogos de artifício iluminavam a noite, na qual nem a chuva impediu o ambiente festivo.

"Gostamos da maneira como a Alemanha joga, como marcaram os gols e trocaram passes", argumentou Breno Antunes, um dos policiais que escoltou a equipe alemã no curto trajeto entre o ônibus e a balsa.

"Já que o Brasil não vai ganhar a Copa, pelo menos fica um time que joga como o Brasil", acrescentou.

Os alemães normalmente eram bem recebidos, mas na segunda-feira, quando viajaram para jogar a semifinal com os anfitriões, partiram aos gritos de "Brasília, Brasília, Brasília", em referência à cidade onde será disputado o terceiro lugar.

A Alemanha decide o Mundial no domingo no Maracanã, no Rio de Janeiro, com o vencedor da partida desta quarta-feira entre Argentina e Holanda a partir das 17h (horário de Brasília).

 
Jogador alemão Miroslav Klose celebra gol em partida contra Brasil no Estádio do Minerão, em Belo Horizonte. 8/7/2014 REUTERS/Marcos Brindicci