Sem Di María, Messi terá opções limitadas para armar jogadas

quarta-feira, 9 de julho de 2014 13:23 BRT
 

Por Ben Walsh

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Argentina enfrenta a Holanda pela semifinal da Copa do Mundo, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira com seu astro principal, Lionel Messi, parcialmente desfalcado --apesar de estar perfeitamente apto para jogar.

Apesar da boa forma e de ter demonstrado um sólido desempenho no torneio, Messi sem dúvida enfrentará dificuldades por conta da ausência de seu companheiro de ataque Ángel Di María.

Pois é Di María, fora do jogo por conta de uma lesão, que faz as corridas para dar a Messi opções no meio de campo ao receber a bola e disparar em direção ao gol.

Um microcosmo do relacionamento de ambos aconteceu na partida de quartas de final da Argentina contra a Bélgica.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Messi recebeu a bola perto do meio de campo.

Dois defensores belgas fecharam para cima do craque, mas ele encontrou espaço pela direita e depois pela esquerda. À medida que os defensores buscam freneticamente a bola, tentando contê-lo e fazê-lo voltar para trás.

Em vez disso, ele fez um passe perfeito de mais de 30 metros na direção de Di María.

Quase valeu a pena que o chute a gol de Di María nessa jogada tenha sido bloqueado pelo defensor belga Vincent Kompany: o passe de Messi foi tão preciso que essa jogada quase não merecia ser ofuscada por um gol.   Continuação...

 
Craque argentino Lionel Messi durante treino em São Paulo. 8/7/2014 REUTERS/Dylan Martinez