Nigéria é suspensa pela Fifa por interferência do governo

quarta-feira, 9 de julho de 2014 16:03 BRT
 

Por Brian Homewood

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Nigéria foi suspensa das competições internacionais de futebol nesta quarta-feira por causa da interferência do governo, informou a Fifa em um comunicado.

A entidade enviou uma carta à Federação de Futebol da Nigéria (NFF, na sigla em inglês) na semana passada expressando sua preocupação depois que a NFF foi envolvida em um processo que proíbe seu presidente de administrar os assuntos da federação.

“Como resultado desta decisão, nenhum time da Nigéria, de nenhum tipo (incluindo clubes) pode ter nenhum contato esportivo internacional”, declarou a Fifa.

"Durante o período de suspensão, a NFF não pode ser representada em quaisquer competições regionais, continentais ou internacionais, incluidos os clubes, ou amistosos.”

A Fifa disse que a intimação obriga o ministro nigeriano dos Esportes a indicar um membro de alto escalão do funcionalismo público para chefiar a NFF até o assunto ser tratado no tribunal, sem mencionar nenhuma data para a audiência.

Em seguida as autoridades indicaram uma pessoa que decidiu convocar uma assembleia-geral extraordinária em 5 de julho, afirmou a Fifa.

“Esta assembleia foi convocada em violação dos estatutos da NFF”, acrescentou.

“A suspensão será anulada assim que as ações legais forem retiradas e um Comitê Executivo eleito apropriadamente, a assembleia-geral da NFF e sua administração puderem trabalhar sem qualquer interferência em seus assuntos”, declarou a Fifa.

A campeã africana Nigéria chegou às oitavas de final da Copa do Mundo, quando foi eliminada por 2 x 0 pela França.