Seleção argentina volta ao lugar do qual nunca deveria ter saído, diz Mascherano

quarta-feira, 9 de julho de 2014 20:56 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A seleção argentina recuperou o lugar que nunca deveria ter deixado no futebol, disse nesta quarta-feira o meia Javier Mascherano, depois de a Argentina derrotar a Holanda nos pênaltis e garantir a vaga na final da Copa do Mundo no Brasil.

A Argentina venceu por 4 x 2 nos pênaltis graças a duas defesas de Sergio Romero e vai disputar o título do Mundial no domingo contra a Alemanha, que na terça arrasou o Brasil por 7 x 1, enterrando o sonho do hexacampeonato brasileiro.

Após 24 anos, a Argentina volta a uma final de Copa e o destino a colocou frente a frente a uma velha conhecida. Os argentinos enfrentaram os alemães em suas duas últimas finais do torneio, no México em 1986 e na Itália em 1990, com uma vitória para cada lado.

“Este grupo de jogadores levou a Argentina aonde tem que estar. Tomara que possamos nos sagrar no domingo”, disse Mascherano após a partida. “O objetivo era estar na final e está cumprido.”

Mascherano destacou o trabalho tático de sua equipe, que não chegou a ser brilhante, mas segurou a Holanda durante boa parte dos 120 minutos na Arena Corinthians, em São Paulo.

“Acho que jogamos uma partida muito inteligente, não demos nenhuma opção à Holanda”, disse.

“Cada um desses 23 jogadores, o corpo técnico, todos os que estão aqui, fizeram jus à profissão”, acrescentou.

 
Javier Mascherano abraça o craque Lionel Messi após a vitória da Argentina nos pênaltis sobre a Holanda, na Arena Corinthians, em São Paulo. REUTERS/Dylan Martinez