Técnico da Coreia do Sul se demite e pede desculpas pela eliminação

quinta-feira, 10 de julho de 2014 12:29 BRT
 

Por Narae Kim

SEUL (Reuters) - O técnico da Coreia do Sul, Hong Myung-bo, pediu desculpas ao país e anunciou sua renúncia ao cargo nesta quinta-feira, assumindo a culpa pela eliminação precoce dos sul-coreanos na Copa do Mundo no Brasil.

O anúncio ocorre exatamente uma semana depois que Huh Jung-moo, vice-presidente da Associação Coreana de Futebol (ACF), ter dito que não havia aceitado a renúncia do treinador e o havia convencido a ficar à frente da seleção sul-coreana pelo menos até a Copa da Ásia, no ano que vem na Austrália.

Huh também anunciou sua renúncia, pouco depois de Hong encerrar sua coletiva de imprensa no centro de Seul.

"Passei 24 anos na seleção nacional como jogador e técnico", disse Hong na coletiva. "Prometi dar esperança ao país antes de ir ao Mundial, mas ofereço minhas sinceras desculpas por não dar nada além de decepção como resultado", acrescentou.

O emprego de Hong foi colocado em xeque depois da Coreia do Sul, que alcançou as semifinais em 2002 em casa, terminar no último lugar do Grupo H no Brasil, marcando apenas um ponto.

 
Técnico da Coreia do Sul, Hong Myung-bo, gesticula durante partida contra a Bélgica pelo Grupo H da Copa do Mundo, na Arena Corinthians, em São Paulo. 26/06/2014.  REUTERS/Ivan Alvarado