Mundial dá a argentinos chance de esquecer problemas econômicos

quinta-feira, 10 de julho de 2014 19:57 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A economia argentina está encolhendo e o governo corre contra o tempo para fechar um acordo para adiar mais um default da dívida do país, mas o argentinos encontraram uma rara oportunidade de comemorar quando a seleção nacional selou sua presença na final da Copa do Mundo.

Torcedores eufóricos festejaram pelas avenidas de Buenos Aires noite adentro na quarta-feira, esquecendo por algumas horas que o país cambaleia à beira de um novo default da dívida, que pode agravar ainda mais a crise econômica.

Muitos argentinos estão fartos da alta inflação e da moeda depreciada que corroem suas poupanças. Quase a metade dos argentinos esperam piora na situação econômica, de acordo com uma pesquisa divulgada recentemente.

Então, quando Maxi Rodríguez colocou a bola na rede na última cobrança de pênaltis contra a Holanda na terça-feira, garantindo a vaga na final do Mundial, uma nação cansada gritou de alegria, tendo como pano de fundo fogos de artifício e o som histérico das vuvuzelas.

“A Argentina tem seus problemas. A Argentina sempre teve seus problemas”, disse José-Luis Maxone após assistir ao jogo em um parque no centro de Buenos Aires. “Mas esse é o momento de esquecer nossas preocupações, um momento de comemorar.”

Do outro lado da capital, no bairro nobre de Belgrano, milhares de torcedores vestidos com o uniforme da seleção ou com listas brancas e azuis pintadas nos rostos se reuniram em um dos principais cruzamentos, cantando e balançando bandeiras.

“A cada dia eu te amo mais, oh Argentina, é um sentimento que não consigo parar”, diz a letra de uma das canções.

A seleção argentina joga contra um poderoso time alemão na final de domingo, no Maracanã, mas os argentinos estão confiantes na vitória.

A Argentina conquistou os Mundiais de 1978 e 1986, e o astro Lionel Messi é considerado por muitos o melhor jogador do mundo.   Continuação...