Por Messi, Neymar diz que vai torcer para Argentina na final

quinta-feira, 10 de julho de 2014 20:32 BRT
 

Por Pedro Fonseca

TERESÓPOLIS Rio de Janeiro (Reuters) - A rivalidade Brasil x Argentina vai ficar de lado na final da Copa do Mundo para Neymar, que revelou nesta quinta-feira sua torcida pela seleção sul-americana na decisão contra a Alemanha, no Maracanã, devido à presença do companheiro de clube e ídolo Lionel Messi.

"No futebol, pela história que o Messi tem, por ter conquistado muita coisa, quase tudo em sua carreira, ele merece ser campeão. Estou torcendo sim por ele, é um amigo e companheiro", disse o jogador do Barcelona em entrevista coletiva nesta quinta-feira, ao ser perguntado sobre sua preferência para a final de domingo.

"Desejo sorte para as duas equipes, mas espero que vençam meus companheiros. Tenho dois companheiros na Argentina, Messi e Mascherano", acrescentou o atacante no centro de treinamento da seleção brasileira, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Neymar, de 22 anos, tem Messi, de 27, como ídolo desde o surgimento do argentino no cenário internacional como um dos principais jogadores do mundo vestindo a camisa do Barcelona.

Os dois passaram a jogar juntos no ano passado, depois que o clube espanhol contratou o atacante brasileiro, e Neymar disse que a admiração por Messi passou a ser ainda maior com a convivência.

"Estou torcendo para uma pessoa que passei a admirar ainda mais por estar ao lado dele todos os dias. É um espelho, um ídolo, que admirava de longe e passei a admirar ainda mais como pessoa e como jogador. Por isso que a minha torcida é sempre do Messi", afirmou.

"Eu disse para ele que queria a Argentina na final porque o Brasil ia chegar, mas infelizmente não chegou. Desejo toda sorte do mundo. Pela história que tem no futebol, ele merece", acrescentou.

A Copa do Mundo no Brasil é a terceira da carreira de Messi, que nas duas outras oportunidades teve apenas atuações discretas e viu a Argentina ser eliminada de forma precoce.

Sob comando do camisa 10, a equipe desta vez está de volta a uma final de Mundial pela primeira vez desde 1990, e o atacante tem a oportunidade de marcar seu nome definitivamente entre os maiores de todos os tempos, após conquistar todos os títulos possíveis pelo Barça e ter sido eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo.

A Argentina conquistou a vaga na decisão ao derrotar a Holanda nos pênaltis, enquanto o Brasil parou um passo antes ao ser goleado por 7 x 1 pela Alemanha na outra semifinal. Brasil e Holanda vão disputar o 3o lugar da Copa no sábado, em Brasília.

 
Neymar acena ao chegar em Teresópolis nesta quinta-feira.   REUTERS/Stringer/Brazil