11 de Julho de 2014 / às 00:57 / 3 anos atrás

Argentina deve evitar erros de 2010 contra a Alemanha, diz Aguero

BELO HORIZONTE (Reuters) - A seleção argentina não pode cometer contra a Alemanha os mesmos erros que a fizeram ser eliminada pelo time europeu nas quartas de final do Mundial de 2010, como por exemplo a falta de atenção nas bolas paradas, disse nesta quinta-feira o atacante Sergio Aguero.

Argentina e Alemanha definirão no domingo o campeão da Copa do Mundo 2014 no Maracanã, no terceiro duelo entre as duas equipes em finais de Mundiais.

Os argentinos venceram por 3 x 2 e ficaram com o título no México em 1986 e os alemães triunfaram quatro anos depois na Itália, vencendo por 1 x 0, na última vez que o time sul-americano alcançou uma decisão.

“Nesta final vamos tratar de não cometer os erros do Mundial passado, quando eles marcaram um gol na primeira bola parada, mudando nosso planejamento”, disse Aguero em uma entrevista coletiva à imprensa, referindo-se à derrota por 4 x 0 para a Alemanha nas quartas de final na África do Sul, em 2010.

“As partidas pelas oitavas de final e semifinal são diferentes, agora vamos enfrentar um grande adversário, a Alemanha, e vamos continuar fazendo nosso jogo, corrigindo alguns erros que tivemos em outras partidas”, acrescentou Aguero.

O atacante já está totalmente recuperado de uma lesão muscular e na quarta-feira jogou alguns minutos durante a vitória sobre a Holanda.

Maxi Rodríguez, que não estava no elenco há quatro anos, destacou que não se pode comparar muito os dois confrontos.

“Para mim, todas as partidas são diferentes, então tirar conclusões das partidas anteriores, do que você fez de bom ou ruim, não serve, no domingo é uma final e é preciso ganhar, jogando bem ou não”, disse o meia.

PREOCUPAÇÃO PARA OS DOIS LADOS

Ao serem perguntados sobre a histórica goleada de 7 x 1 da Alemanha sobre o Brasil, ambos os jogadores se mostraram respeitosos com o time europeu.

“Estamos conscientes desse resultado, a Alemanha é uma grande equipe, como passou pelo Brasil pode passar por qualquer time. Mas a Alemanha também sabe sobre o que nós fizemos e vão estar preocupados com a gente, é preciso trabalhar, estar bem preparado atrás”, disse Aguero.

“Foi um resultado muito robusto para um Mundial. A Alemanha saiu com tudo e o Brasil estava chocado”, avaliou Rodríguez.

Aguero, que jogou na quarta-feira pela primeira vez desde que sofreu uma lesão muscular contra a Nigéria ainda na fase de grupos, disse estar bem fisicamente, mas destacou não saber se o técnico Alejandro Sabella vai escalá-lo como titular para a final.

“Primeiro, se (Sabella) me coloca desde o início, obviamente que vou dar o melhor possível. Quando se vem com uma lesão na cabeça, fica o receio de que não volte a ocorrer, mas tudo acabou passando muito rápido e me coube entrar contra a Holanda”, disse.

A Argentina treina na sexta-feira pela manhã com os portões fechados, antes de seguir no sábado de manhã para o Rio de Janeiro, onde tentará realizar o sonho do tricampeonato mundial.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below