Falar sobre o futuro agora é irrelevante, diz técnico argentino Sabella

sábado, 12 de julho de 2014 19:14 BRT
 

Por Andrew Cawthorne

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico da Argentina, Alejandro Sabella, disse neste sábado que falar sobre sua saída do cargo após a final da Copa do Mundo é "irrelevante" diante da importância da decisão de domingo contra a Alemanha. 

O empresário de Sabella disse a uma rádio argentina na sexta-feira que Sabella pensava em deixar o emprego independentemente do resultado da final de domingo, mas o técnico de 59 anos, que assumiu em 2011 e levou a Argentina à primeira final de Copa em 24 anos, se esquivou das perguntas sobre o assunto em entrevista coletiva no estádio do Maracanã.

"Isso é irrelevante agora. A coisa mais importante é a partida de amanhã", disse Sabella.

Apesar das afirmações do empresário Eugenio López de que Sabella deixaria do cargo, o técnico afirmou que ainda não discutiu o assunto com sua família.

"Primeiro de tudo, eu não discuti nada com a minha família em relação ao futuro", afirmou. 

Se realmente for deixar a seleção, Sabella não poderia desejar um presente de despedida melhor do que ganhar a Copa do Mundo com a Argentina em território brasileiro. 

O ex-técnico do Barcelona Gerardo Martino e o treinador do Atlético de Madri, Diego Simeone, são alguns dos possíveis candidatos a técnico. 

Segundo a agência de notícias estatal Telam, o contrato de Sabella termina logo após o Mundial, e as notícias de sua possível despedida surpreenderam os argentinos.    Continuação...

 
Técnico argentino Alejandro Sabella chega para entrevista coletiva no Maracanã. 12/07/2014    REUTERS/Dylan Martinez