July 12, 2014 / 11:09 PM / 3 years ago

Argentina precisa fazer um "jogo perfeito" para bater a Alemanha, diz Sabella

4 Min, DE LEITURA

Técnico da Argentina, Alejandro Sabella, durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro. 12/07/2014.Dylan Martinez

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Argentina precisa jogar uma partida impecável no domingo se quiser derrotar a poderosa seleção alemã e levantar a taça de campeã do mundo, afirmou o técnico Alejandro Sabella.

A Alemanha chega à final no Rio como favorita depois de atropelar a seleção brasileira goleando por 7 x 1  na semifinal, mas a Argentina está mostrando um jogo defensivo surpreendente, além de possuir o craque Lionel Messi como um possível e provável fator decisivo. 

"Precisamos jogar bem, se concentrar no jogo, ocupar espaços rapidamente, e não arriscar perder a bola onde ela não pode ser perdida", disse Sabella, que aplicou uma nova ética de trabalho na seleção argentina na primeira campanha finalista em um Mundial da equipe desde 1990. 

"Dos pontos de vista físico e tático, a Alemanha tem sido extremamente forte", disse ele a jornalistas neste sábado. 

"E agora eles ainda têm um estilo elaborado de jogar, com passes entre as linhas, lançamentos em diagonal para os atacantes. Precisamos de uma partida perfeita para vencê-los." 

Ver o maior rival sul-americano disputando uma final no Maracanã é tortura para os brasileiros, que esperavam ver a sua seleção ainda na luta pela taça. 

Os mais de 100 mil argentinos que estão no Rio de Janeiro para a final estão se aproveitando disso com canções e piadas caçoando do Brasil, e bandeiras azuis e brancas penduradas em torno do Cristo Redentor. Mas Sabella abordou a questão de maneira mais respeitosa. 

"Que isso esteja acontecendo no país mais vencedor do mundo no futebol é importante, não é pouca coisa", disse o treinador sobre o único pentacampeão mundial de futebol.

"Eu sempre respeitei e admirei muito o futebol brasileiro. Então chegar à final no Brasil é algo que nos orgulha muito."

"Auto-Motivacional"

Sabella afirmou que tinha ideias para uma preleção, mas ressaltou que seu discurso não deve motivar mais do que o fato de estar em uma final de Copa do Mundo. 

"Eu acho que esta é uma partida onde você quase não precisa dizer nada por que é auto-motivacional. Mas há sempre algo a buscar para trazer aquela motivação extra", declarou. 

"Daremos tudo, como sempre, com sacrifício, humildade, trabalho, pé no chão, dando antes de receber, nos protegendo uns aos outros, tudo para que a Argentina possa ser campeã novamente. Faremos o melhor de nós. Mais do que isso não podemos fazer." 

A Argentina evoluiu positivamente desde a última Copa do Mundo na África do Sul, há quatro anos, disse Sabella. Na última edição do torneio os argentinos foram eliminados pela Alemanha por 4 x 0 em uma partida que expôs a ingenuidade tática e a soberba do então treinador Diego Maradona. 

"Nossa equipe é mais conservadora do que quatro anos atrás, estamos procurando a vitória através de um caminho diferente", afirmou. "As equipes são diferentes, embora os jogadores sejam quase os mesmos." 

A seleção alemã de fato eliminou a Argentina nos dois últimos Mundiais, e, como Alemanha Ocidental, venceu a última final disputada entre os dois países, em 1990. A última conquista mundial da Argentina foi em 1986, sobre a mesma Alemanha Ocidental. 

"Foi muito doloroso, sabemos o que aconteceu", disse o zagueiro José Basanta quando perguntado sobre a final de 1990 na Itália. 

"Queremos escrever uma nova história amanhã. Estamos muito motivados. Fomos tocados com uma varinha mágica, e precisamos aproveitar o momento. Isso passa muito rápido, então precisamos aproveitar. Se Deus quiser, tudo pode ser alcançado."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below