Argentina precisa fazer um "jogo perfeito" para bater a Alemanha, diz Sabella

sábado, 12 de julho de 2014 22:27 BRT
 

Por Andrew Cawthorne

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Argentina precisa jogar uma partida impecável no domingo se quiser derrotar a poderosa seleção alemã e levantar a taça de campeã do mundo, afirmou o técnico Alejandro Sabella.

A Alemanha chega à final no Rio como favorita depois de atropelar a seleção brasileira goleando por 7 x 1  na semifinal, mas a Argentina está mostrando um jogo defensivo surpreendente, além de possuir o craque Lionel Messi como um possível e provável fator decisivo. 

"Precisamos jogar bem, se concentrar no jogo, ocupar espaços rapidamente, e não arriscar perder a bola onde ela não pode ser perdida", disse Sabella, que aplicou uma nova ética de trabalho na seleção argentina na primeira campanha finalista em um Mundial da equipe desde 1990. 

"Dos pontos de vista físico e tático, a Alemanha tem sido extremamente forte", disse ele a jornalistas neste sábado. 

"E agora eles ainda têm um estilo elaborado de jogar, com passes entre as linhas, lançamentos em diagonal para os atacantes. Precisamos de uma partida perfeita para vencê-los." 

Ver o maior rival sul-americano disputando uma final no Maracanã é tortura para os brasileiros, que esperavam ver a sua seleção ainda na luta pela taça. 

Os mais de 100 mil argentinos que estão no Rio de Janeiro para a final estão se aproveitando disso com canções e piadas caçoando do Brasil, e bandeiras azuis e brancas penduradas em torno do Cristo Redentor. Mas Sabella abordou a questão de maneira mais respeitosa. 

"Que isso esteja acontecendo no país mais vencedor do mundo no futebol é importante, não é pouca coisa", disse o treinador sobre o único pentacampeão mundial de futebol.   Continuação...

 
Técnico da Argentina, Alejandro Sabella, durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro. 12/07/2014. REUTERS/Dylan Martinez