Jogadores admitem que ficarão marcados por derrotas em casa e falam em aprendizado

sábado, 12 de julho de 2014 22:18 BRT
 

Por Tatiana Ramil

BRASÍLIA (Reuters) - Os jogadores da seleção brasileira se despediram da Copa do Mundo em casa com a consciência de que ficarão marcados pelas derrotas por 7 x 1 para a Alemanha e 3 x 0 para a Holanda, mas acreditam que vão tirar algumas lições para o futuro.

"Com certeza vamos ficar marcados, não tem como apagar isso. Perder de 7 x 1 numa semifinal de Copa do Mundo é doloroso, mas temos que assumir nossos erros e temos qualidade para dar a volta por cima", disse o meia-atacante Hulk a jornalistas após a partida de sábado.

A goleada diante dos alemães na semifinal foi a pior derrota da história da seleção brasileira e levou o time à disputa pelo terceiro lugar no Mundial.

O que poderia ser um prêmio de consolação, no entanto, virou outra dor de cabeça, uma vez que a Holanda venceu por 3 x 0, em Brasília.

"Os dois últimos jogos mancharam toda a nossa campanha", afirmou Daniel Alves.

Maicon, que ganhou a posição de titular da lateral direita de Daniel Alves durante a Copa, fez uma avaliação parecida.

"(O apoio de parte da torcida) não tira o vexame que a gente deu no final da Copa do Mundo. Nestes dois últimos jogos a gente deixou a desejar em várias coisas e acabou pagando o preço. Com certeza a pressão vai ser maior na seleção brasileira, mas estamos preparados para isso", afirmou.

O meia Ramires, titular na partida contra a Holanda e um dos poucos remanescentes do time que foi eliminado nas quartas de final da Copa de 2010, era um dos mais abatidos com a segunda derrota seguida do Brasil na Copa.   Continuação...

 
Brazil's Thiago Silva (L), Willian and David Luiz react after the 2014 World Cup third-place playoff between Brazil and the Netherlands at the Brasilia national stadium in Brasilia July 12, 2014. REUTERS/Ueslei Marcelino (BRAZIL  - Tags: SOCCER SPORT WORLD CUP)