A poucas horas de jogo final da Copa, torcedores já começam celebrações

domingo, 13 de julho de 2014 14:20 BRT
 

Por Julian Linden

RIO DE JANEIRO (Reuters) - De Buenos Aires até o Portão de Brandemburgo, milhões de pessoas se preparavam para assistir à final da Copa do Mundo neste domingo entre Alemanha e Argentina, no Rio de Janeiro.

Na capital carioca a festa já estava a todo vapor, com torcedores se deslocando para Copacabana e inundando os bares e restaurantes da cidade antes do pontapé inicial da partida.

Uma grande operação de segurança estava em andamento do lado de fora do Estádio do Maracanã, onde 10 chefes de Estado estarão presentes para o jogo final, junto a 75 mil torcedores.

Embora a seleção brasileira, anfitriã, não esteja presente no fechamento da Copa do Mundo, havia celebrações em vários lugares do país, desde as favelas até a Amazônia.

Um torneio que excedeu as expectativas de todos e foi amplamente considerado como a melhor edição de uma Copa do Mundo, atingirá o clímax com um jogo que tem tudo para ser um clássico entre pesos-pesados da Europa e da América do Sul.

Alemanha e Argentina já se enfrentaram em outras duas finais de Mundiais, com os sul-americanos vencendo por 3 x 2 na Cidade do México em 1986, e os europeus derrotando os então campeões por 1 x 0 em Roma, em 1990.

É difícil dizer se a partida deste domingo será um grande jogo cheio de gols como em 1986 ou se será uma partida fechada e defensiva como quatro anos depois, mas é certo que está tudo pronto para a realização de um grande jogo entre o time com melhor desempenho em equipe, os alemães, e a equipe liderada pelo melhor jogador do mundo, o argentino Lionel Messi.

A Alemanha tem demonstrado uma forma impecável nesse torneio, sem fraquezas aparentes, ao passo que a Argentina chegou sem muito brilho à final, contando pesadamente com seu astro principal.   Continuação...

 
Torcedoras da Alemanha e da Argentina na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. 13/7/2014 REUTERS/Marcos Brindicci