Robben descarta acompanhar Van Gaal no Manchester United

domingo, 13 de julho de 2014 14:29 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O atacante da Holanda Arjen Robben irá continuar no Bayern de Munique, ao invés de aproveitar a oportunidade para acompanhar o técnico de sua seleção, Louis van Gaal, ao Manchester United, declarou o jogador à rede de televisão holandesa NOS.

O sonho holandês de conquistar sua primeira Copa do Mundo terminou na derrota para a Argentina nos pênaltis na semifinal disputada em São Paulo, e os europeus derrotaram o Brasil por 3 x 0 na disputa pelo terceiro lugar no sábado.

Van Gaal agora assume o comando do United, e Guus Hiddink, ex-técnico do Real Madrid e da Coreia do Sul, irá se ocupar da seleção holandesa pela segunda vez e preparar o combinado para a campanha classificatória para a Euro 2016.

“Tenho uma ligação especial com ele”, afirmou Robben, uma das estrelas da Holanda no Mundial do Brasil, sobre o treinador veterano. “Ele é o técnico mais importante da minha carreira. Depois da partida ele realmente me pediu para ir para o Manchester".

Não ficou claro o quão séria foi a oferta, mas Robben, que riu durante a conversa, acrescentou: “Não é uma opção. Continuo no Bayern de Munique”.

Robben, que marcou três gols na Copa, mostrou ótima forma na competição e é um dos favoritos à “Chuteira de Ouro”, oferecida ao melhor jogador no final do torneio.

(Por Steve Tongue)

 
Jogador holandês Arjen Robben após vitória da Holanda sobre o Brasil na disputa pelo terceiro lugar, em Brasília. 12/7/2014 REUTERS/Jorge Silva