James Rodríguez conquista Chuteira de Ouro e Neymar fica com Chuteira de Bronze

domingo, 13 de julho de 2014 20:51 BRT
 

Por Javier Leira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O meio-campista colombiano James Rodríguez se despediu da Copa do Mundo em meio às lágrimas e ao consolo de companheiros e rivais após a derrota para o Brasil, mas neste domingo teve uma pequena revanche ao ser premiado com a Chuteira de Ouro, como artilheiro do torneio.

O jogador de 23 anos do Mônaco se tornou queridinho dos torcedores e terror das defesas adversárias com a mesma rapidez. Partida a partida, os colombianos esperavam que ele liderasse as coreografias da equipe depois de cada gol, e os zagueiros tentavam desesperadamente evitá-lo.

Mas no final, seus admiradores levaram a melhor: Rodríguez terminou a Copa como artilheiro do Mundial, com seis gols em cinco partidas, e muitos acreditam que seu monumental gol por cobertura no Uruguai foi o mais bonito da Copa.

Os seis gols de Rodríguez lhe garantiram o prêmio de artilheiro, superando figuras consagradas como o alemão Thomas Mueller, Chuteira de Plata com cinco gols, e o brasileiro Neymar, Chuteira de Bronze com quatro gols e uma assistência.

Neymar disputou cinco jogos e ficou de fora dos dois últimos da seleção brasileira após fraturar uma vértebra na partida contra a Colômbia.

Além dos dois gols sobre os uruguaios nas oitavas de final, Rodríguez marcou contra a Grécia, a Costa do Marfim e o Japão na fase de grupos, e ainda o gol na derrota de 2 x 1 diante do Brasil nas quartas.

"Desde os primeiros treinos ele mostrou essa capacidade, não só para jogar bem, mas essa capacidade goleadora", afirmou o técnico Armando Yull Brenner Calderón, que viu Rodríguez pela primeira vez aos sete anos, muito antes de ele se tornar uma das figuras de destaque do Mundial.

"Era um menino que em quase todas as partidas marcava no mínimo um gol", lembrou.

(Reportagem adicional de Julia Symmes Cobb e Luis Ampuero)

 
Colombiano James Rodríguez comemora gol contra o Brasil.   REUTERS/Yves Herman